Estação de Timóteo

A futura estação de Timóteo, será instalada em uma área de importantes destinos como Ipatinga e Coronel Fabriciano, bem como de equipamentos de destaque como a ACESITA e a USIMINAS. Esse conjunto, que tem potencial para se conformar como um polo de cultura, lazer e gastronomia, confirma a vocação da estação para ser mais que um equipamento de transporte interurbano, mas também um polo atrativo de novos usos.  Projeta-se um funcionamento autossuficiente, com qualidades de espaço público, que incentiva a permanência, o usufruto e a apropriação por parte da população. Abre-se, assim, a grupos diversos, permitindo usos inesperados, não previstos no projeto conceitual.

Ao desenvolver o projeto, a equipe BCMF procurou, sobretudo, ampliar o conforto do usuário por meio da fácil circulação dentro e fora do edifício. Para isso, as áreas de estacionamento, acesso à estação e embarque/desembarque são cobertas, garantindo a proteção do passageiro contra a chuva e o sol intenso, que atinge o Vale do Aço.

Para melhor adequar o acesso dos visitantes à edificação e proporcionar maior conforto na chegada e saída de veículos e pedestres, foi proposta a implantação de um drive para embarque e desembarque de passageiros, um estacionamento com 16 vagas para veículos e um bicicletário, também com 16 vagas. Além disso, a via de acesso para a estação conta com um ponto de ônibus com espaço para dois ônibus municipais.

O projeto busca também criar uma identidade visual forte para o complexo: o uso de estrutura metálica, a opção por vedações de vidro e detalhes em madeira, juntamente com o paisagismo dos jardins que fazem a transição entre os principais ambientes, geram uma arquitetura de marcante impacto visual, capaz se tornar um marco referencial para a região do Vale do Aço.



Projeto transporte
Localização Governador Valadares, MG
Ano 2022
Status projeto
Arquitetura BCMF Arquitetos
Autores Bruno Campos, Marcelo Fontes e Silvio Todeschi
Equipe Marina Penso e Octávio Pena

Tags:  Mobilidade