Mesa Instable

Objetos

Mesa Instable

Esse objeto é um cuidadoso trabalho de prestidigitação: a mesa cria propositalmente a impressão de ser incomodamente instável, a ponto de seu tampo ‘sem apoio’ parecer que vai cair no chão ao menor esbarrão. Seu pesado tampo de madeira parece ser a única razão para os delicados apoios metálicos não escorregarem para a frente a qualquer momento. A forma como os pés se articulam ao tampo dão a impressão de que não há qualquer ponto de contato entre as superfícies fora da tênue linha de tangência. Apesar de ser um objeto familiar ao olhar distraído (mesa = tampo + pés), o exame atento desperta inevitável curiosidade ou surpresa: como ela fica em pé? o tampo está só apoiado? podemos movê-la sem perigo? 

Os desenhos técnicos são reveladores como raios-X (ou desenhos de anatomia) e entregam a mágica: os pés são solidamente e solidariamente fixados (soldados) por meio de uma rígida estrutura interna não revelada e de uma sutil manobra prestidigitadora que tira partido das mínimas espessuras disponíveis em resistentes perfis metálicos e de estratégicos recortes e recuos da moldura interna, que se esconde por meios das perspectivas limitadas pelas dimensões da peça. O tampo permanece livre e solto, simplesmente apoiado na estrutura “invisível”, podendo ser facilmente removido e trocado por outros tampos com diferentes acabamentos. Inicialmente pensada para a proporção de 200×80, ela se sai melhor em tamanhos maiores (120 x 250 ou até mesmo 140 x 280).



Projeto Mesa Instable

Ano 2000

Autor Bruno Campos